Relações com Investidores

PORENG

Investimentos

Ao longo do primeiro trimestre de 2020 a Klabin investiu R$ 819 milhões em suas operações e em novos projetos. Do montante total, R$ 72 milhões foram destinados às operações florestais e R$ 198 milhões investidos na continuidade operacional das fábricas, que representam juntos, os investimentos destinados à manutenção operacional da Companhia. Adicionalmente, R$ 23 milhões foram investidos em projetos especiais, que representam projetos de alto e rápido retorno. Os valores investidos representam visão caixa e, portanto, não consideram os investimentos decorrentes das atividades florestais das controladas por meio das Sociedades de Propósito Específico (SPE’s), realizados via aporte de ativos florestais já existente no balanço da Klabin.

Com relação ao projeto Puma II, até o momento foram desembolsados R$ 1,798 bilhões, dos quais R$ 527 milhões referem-se ao primeiro trimestre de 2020. Conforme Fato Relevante divulgado no dia 23 de março de 2020, a Companhia iniciou à época processo de desmobilização temporária dos profissionais envolvidos nas obras de construção civil e montagem do projeto, visando ampliar as medidas de contenção da disseminação do Coronavírus, e garantir a segurança dos 4.500 colaboradores até então alocados no site. Recentemente, a Companhia iniciou a reintegração de aproximadamente 500 profissionais por semana, em grande maioria daqueles residentes no estado do Paraná. Reforçando protocolos sanitários e implementando diversas medidas de reforço das condições de higiene no local, a concretização da retomada integral das obras e de seus profissionais ainda está sujeita a avaliação nas próximas semanas do cenário epidemiológico da COVID-19, especialmente nas regiões próximas ao site. Apesar de ainda não haver informações precisas sobre os impactos no cronograma original do projeto, cuja primeira máquina de papel estava prevista para iniciar operações em maio de 2021, considerando o cenário de reabertura da economia nas próximas semanas a Klabin não espera impactos no custo total das obras.

Aprovado no dia 16 de abril e com Capex bruto previsto em R$ 9,1 bilhões, o novo ciclo de expansão compreende a instalação de duas máquinas de papéis para embalagens com capacidade de produção anual de 920 mil toneladas, situadas na Unidade Puma, onde a Klabin já opera a produção de celulose branqueada, na forma de fibra curta, fibra longa e fluff. O financiamento do projeto foi contratado pela Klabin junto a ECA’s, BNDES, BID Invest, IFC e JICA.

Última atualização em 4 de maio de 2020.
Close